Quem ama espécies vegetais já pode investir na tendência de 2018: plantas ultra violet, a cor do ano segundo a Pantone, são fáceis de cultivar e dão um upgrade imediato na decoração, trazendo um colorido único seja em vasos, suportes, sobre móveis ou prateleiras.

1. Trapoeraba roxa

Que tal misturar folhagens de diferentes cores e formatos sobre um carrinho ou mesa lateral? Com coloração e textura muito originais, a trapoeraba roxa (Tradescantia pallida purpurea) cai bem tanto em canteiros nos jardins quanto em vasos dentro de casa. Além de decorativos, seus ramos pendentes produzem pequenas flores.

2. Lambari

A Tradescantia zebrina, conhecida popularmente como lambari, tem folhagem verde listrada de um lado e tons arroxeados de outro, uma característica que pode ser usada a favor da decoração, dependendo apenas do local escolhido para posicionar a planta, que deve ser cultivada à sombra ou meia-sombra. Na foto, o suporte alto valoriza a composição na sala de estar.

3. Filodendro

O filodendro roxo (Philodendron sanguineum) tem um tom ultra violet profundo que pode chegar ao preto de acordo com a incidência diária de sol. Quanto mais luz solar, mais avermelhada ela se torna, o que confere ares de mistério ao jardim ou aos ambientes fechados. Misture com outras folhagens arroxeadas para um efeito dramático.

4. Trevo roxo

Um incrível tom arroxeado e flores delicadas que surgem com frequência fazem do trevo roxo (Oxalis triangularis) uma espécie altamente ornamental. Aproveite a delicadeza da planta ultra violet e aposte na espécie para o décor do quarto. Acessórios vintage, acabamentos de veludo e móveis de madeira complementam a composição.

5. Dracena

As dracenas têm várias cores e são de fácil manutenção. A Cordyline terminalis tem uma folhagem exuberante – quem resiste a este roxo avermelhado? – que pode chegar a dois metros de altura, mas também é possível cultivá-la em vasos dentro de casa.

6. Begônia

A folhagem toda recortada da Begonia rex vai dos tons róseos ao roxo mais profundo, passando por algumas tonalidades de vermelho e verde. Para incorporá-la ao décor, o truque é coordenar a cor do vaso com a da folhagem escolhida e misturá-la com outras espécies, como a jiboia e uma coleção de suculentas.